Jonas Furtado
Uma gaveta de escritos em rede
Capa Meu Diário Textos Perfil Livros à Venda Livro de Visitas Contato Links
Textos
Poema do inverno
faço poema no inverno
as letras, as palavras postas no papel
o papel posto no varal dos sonhos...

o tempo e o vento flamulam-no
se resistir, fica a poesia - alma que dilui as intempéries
roupa com que visto os meus dias

faço poema do inverno
os sonhos na chuva pedem sol ameno
ao menos o tempo, meu espaço, segue pirilampo...
Jonas Furtado
Enviado por Jonas Furtado em 21/05/2020
Comentários
Capa Meu Diário Textos Perfil Livros à Venda Livro de Visitas Contato Links